Sobre o inteligente e o tolo

De Ooshin
Ir para: navegação, pesquisa

Reminiscência por Eitaro Ogawa

A propósito de obedecer as ordens de Meishu-Sama, certa vez apresentou-se a seguinte situação. O mestre S era uma pessoa relativamente calada. Segundo diziam, seu nível de educação não passava do primário. Mas um dia Meishu-Sama disse: “Esta pessoa é muito inteligente”. Ao escutá-lo, pareceu-me estranho que Meishu-Sama dissesse semelhante coisa.

Estávamos em 1946, no Shinzan-So. Como eu estava enfermo de várias partes do corpo, perguntei a Meishu-Sama quais seriam as partes mais enfermas. E Ele me respondeu: “Tu estás mal da cabeça”. Desde jovem estudei com o objetivo de ser um mestre, inclusive abri uma academia de preparação. Por este motivo jamais imaginei que eu fosse um tolo. Por isso perguntei de novo a Meishu-Sama: “Em que você se baseia para dizer que alguém é inteligente ou bobo?” Ele contestou: “Uma pessoa inteligente seria como o senhor S”. Como eu não estava convencido, Ele me explicou: “Ele pensa e atua exatamente como Eu digo; por isso digo que ele é inteligente.”De maneira submissa compreendi que o mais importante na fé seria fazer o que diz Meishu-Sama.